Em VOCÊ SABIA?

O QUE AS CORES DOS ALIMENTOS NOS DIZEM

As cores e matizes que cada alimento traz com seu DNA são uma manifestação das substâncias que carregam em sua composição, os chamados fitoquímicos ou fitonutrientes, que dão às verduras e frutas características sensoriais como a cor, o cheiro e o sabor.

Essas cores representam grupos de alimentos que contém em comum, além da cor, determinados nutrientes importantíssimos para a nossa saúde e bem-estar. Antioxidantes, proporcionam enormes benefícios à saúde. Cada grupo de cor corresponde a um grupo de nutrientes específicos e ingeri-los diariamente em nossas refeições é muito importante se queremos cuidar da nossa, e também da saúde daqueles que amamos, através de uma alimentação saudável e consciente.

 

Como a cor dos alimentos revela parte da sua composição nutricional, especialistas da área os dividiram em sete cores; uma maneira fácil de nos fazer entender o que nos diz a cor de cada alimento.

VERMELHO – tomate, pimenta vermelha, melancia, pimentão vermelho, morango, goiaba vermelha, cereja, framboesa.

Os alimentos vermelhos são ricos em licopeno, um antioxidante que combate os radicais livres que aceleram o envelhecimento das células. É um protetor contra o câncer de próstata e de pulmão, protege o coração e ajuda na produção de neurônios, turbinando nossa memória. Possuem vitamina C, A e do complexo B, e sais minerais como ácido fólico, potássio e cálcio. Reduzem os riscos de desenvolver doenças como Parkinson, Alzheimer e diabetes.

 

LARANJA – cenoura, mamão, abóbora, laranja, manga, pêssego, damasco, tangerina.

São alimentos antioxidantes ricos em betacaroteno, também conhecido como pró-vitamina A. Contém vitamina C, assim como alguns fitoquímicos chamados de bioflavonóides, excelentes na redução da retenção hídrica e dos processos anti-inflamatórios. Cuidam da manutenção dos nossos tecidos, visão, cabelos e unhas, favorecendo o metabolismo de gorduras e atuando sobre o sistema nervoso e imunológico, prevenindo infecções.

 

AMARELO – milho, abacaxi, maracujá, mandioquinha, melão,

Os alimentos amarelos são ricos em vitamina C, nutriente que aumenta a resistência à doenças, prevenindo resfriados. Possuem antioxidantes que ajudam na resistência de dentes, ossos, tendões e paredes dos vasos sanguíneos.

 

VERDE – brócolis, espinafre, escarola, alface, couve, salsa, agrião, rúcula, pimentão verde, manjericão, abobrinha, vagem, quiabo, abacate, uva verde, kiwi.

Os alimentos verdes são ricos em fibras e destacam-se pela quantidade de clorofila, que é um potente energético celular.  Contêm betacaroteno e luteína, ambos antioxidantes, vitaminas A, C e E, cálcio, ferro (mais presente em alimentos verde escuro) e potássio. Combatem a anemia, cânceres e radicais livres, são desintoxicantes e melhoram a função intestinal.

 

ROXO – berinjela, alcachofra, ameixa, uva, repolho roxo, jabuticaba, beterraba, açaí.

Alimentos ricos em ácido elágico e antocianinas, pigmento ligado a vitamina B1, que protege o corpo contra infecções. Atuam retardando o envelhecimento e neutralizam as substâncias cancerígenas antes que elas alterem o código genético. Melhoram o sistema imunológico e auxiliam o sistema nervoso, pois favorecem a circulação e protegem nosso coração.

 

BRANCOS – banana, repolho, alho, cebola, batata, nabo, mandioca, palmito, couve-flor, pera, inhame.

Os alimentos deste grupo são boas fontes de cálcio, potássio e fósforo, minerais importantes para a manutenção dos ossos, dentes e prevenção da osteoporose, além do controle do ritmo cardíaco. Ricos em substâncias anti-inflamatórias, anti-fúngicas e anti-tumorais, atuam na elasticidade dos músculos, fortalecem o sistema imunológico e reduzem o estresse e o cansaço.

 

MARROM – cereais integrais, leguminosas e oleaginosas.

Estes alimentos são fonte de carboidratos complexos, fibras, vitaminas do complexo B, magnésio e vitamina E. Apresentam função antioxidante, melhoram a função intestinal, previnem doenças cardiovasculares e cânceres, ajudam no combate a ansiedade e funcionam como relaxante muscular.

 

Por todas essas razões, uma refeição cheia de alimentos frescos, naturais, preferencialmente orgânicos e coloridos é a melhor maneira de colocarmos em prática a utilização de todos esses benefícios que essas lindas cores nos trazem. Então mãos à obra, nossa saúde agradece!

Shares 0

Comentários

Escreva aqui

Posts Recentes